Golfe é um dos primeiros esportes profissionais a retornar nos EUA

No último dia 11 de junho, o golfe profissional estadunidense do PGA Tour retornou suas atividades em Fort Worth, Texas, no torneio Charles Schwab Challenge — evento que foi vencido pelo estadunidense Daniel Berger. Para o retorno da modalidade nos Estados Unidos, 481 pessoas foram testadas e não houve nenhum resultado positivo para coronavírus.

De acordo com a imprensa norte-americana, serão 13 torneios do PGA Tour nas próximas 12 semanas. Além disso, pelo menos nas próximas três etapas não haverá presença do público em torneios de golfe em solo estadunidense. Somente os jogadores, caddies (assistentes dos atletas) e pessoas essenciais são permitidas a estarem no campo de jogo.

Justin Thomas, que é um dos melhores jogadores de golfe do mundo, acredita que a volta do golfe antes de outros esportes tradicionais fará com que um novo público conheça a modalidade, nos Estados Unidos e no mundo.

“Esta é uma grande oportunidade para o golfe crescer ainda mais e chegar a um nível ainda melhor do que é, e espero que as pessoas possam ver que talvez não assistam golfe, que somos os melhores jogadores do mundo e os melhores em nosso ofício, e podemos fazer coisas inacreditáveis ​​com a bola de golfe, por isso espero que todos gostem”, disse Thomas, em entrevista para a imprensa norte-americana.

Algumas medidas tomadas pelo PGA para a volta do golfe

Antes do primeiro torneio após a paralisação devido ao coronavírus, todos os profissionais envolvidos receberam um guia explicativo  que explica vários procedimentos que devem ser seguidos. Por exemplo, é proibido os jogadores apertar as mãos dos colegas durante ou após a rodada.

Para realizar a testagem em massa nos profissionais, o PGA conta com os serviços da Sanford Health. Um dos maiores sistemas de saúde dos Estados Unidos, a Sanford Health tem a capacidade de fornecer testes no local dos torneios com resultados rápidos por meio de unidades de teste móveis e com funcionários de vários técnicos de laboratório.

“Entre os maiores sistemas de saúde dos Estados Unidos, a Sanford Health demonstrou a capacidade de fornecer testes no local com resultados rápidos por meio de unidades de teste móveis com funcionários de vários técnicos de laboratório”, destaca Micah Aberson, vice-presidente executivo da Sanford Health.

Vale destacar que, se um atleta for testado positivo para COVID-19, ele não poderá competir e será obrigado a se afastar por pelo menos duas semanas. Além disso, o PGA Tour não divulgará em anúncio formal os nomes dos jogadores que eventualmente contraírem o coronavírus. No entanto, os atletas, se assim entenderem, são livres para confirmar à imprensa que testaram positivo.

Calendário dos torneios a serem concluídos em 2020

  • RBC Heritage, entre 18 e 21 de junho
  • Travelers Championship, entre 25 e 28 de junho
  • Rocket Mortgage Classic, entre 2 e 5 de julho
  • Workday Charity Open at Muirfield Village Golf Club, entre 9 e 12 de julho
  • The Memorial Tournament presented by Nationwide, entre 16 e 19 de julho
  • 3M Open, entre 23 e 26 de julho
  • World Golf Championships-FedEx St. Jude Invitational, entre 30 de julho e 2 de agosto
  • Barracuda Championship, entre 30 de julho e 2 de agosto
  • PGA Championship, entre 6 e 9 de agosto
  • Wyndham Championship, entre 13 e 16 de agosto
  • THE NORTHERN TRUST, entre 20 e 23 de agosto
  • BMW Championship, entre 27 e 30 de agosto
  • TOUR Championship, entre 4 e 7 de setembro
  • Safeway Open, entre 10 e 13 de setembro
  • S. Open, entre 17 e 20 de setembro
  • Corales Puntacana Resort & Club Championship, entre 24 e 27 de setembro
  • Ryder Cup, entre 25 e 27 de setembro
  • Sanderson Farms Championship, entre 1 e 4 de outubro
  • Shriners Hospitals for Children Open, entre 8 e 11 de outubro
  • THE CJ CUP @ NINE BRIDGES, entre 15 e 18 de outubro
  • ZOZO CHAMPIONSHIP, entre 22 e 25 de outubro
  • World Golf Championships-HSBC Champions, entre 29 de outubro e 1 de novembro
  • Bermuda Championship, entre 29 de outubro e 1 de novembro
  • Houston Open, entre 5 e 8 de novembro
  • Masters Tournament, entre 12 e 15 de novembro
  • The RSM Classic, entre 19 e 22 de novembro
  • Mayakoba Golf Classic, entre 3 e 6 de dezembro
  • Hero World Challenge, entre 3 e 6 de dezembro
  • QBE Shootout, entre 11 e 13 de dezembro

O golfe nas apostas

O golfe não atrai um grande número de apostadores no Brasil, pois não é um esporte com alto nível de popularidade no país. Ainda assim, é um mercado de alta liquidez e com odds muito elevadas, pois o golfe não é um esporte muito previsível como outras modalidades. Portanto, apostar em golfe exige muito conhecimento sobre os jogadores e geralmente os melhores mercados são no ao vivo.

As melhores casas de apostas para apostar em golfe são:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top 5 sites de apostas
888sport

$40USD em apostas grátis*

Betfair

Até R$400 em bônus de boas-vindas com o código ZBBL01

Rivalo

Até R$777 em bônus de boas-vindas

22Bet

Até R$600 em bônus + 22 Bet Points

Sportingbet

Até R$120 em bônus de boas-vindas