Além da MLB: ligas para apostar em beisebol

A Major League Baseball (MLB) existe desde o século XIX e é, de longe, a liga mais relevante do beisebol mundial em alcance, investimento e também presença nas casas de apostas. No entanto, quando o assunto é beisebol, as apostas não se restringem apenas a esta liga norte-americana.

Neste artigo, vamos abordar outras competições conhecidas pelo público em geral nas apostas esportivas que também contam com opções para apostar nas principais casas de apostas.

Liga Mexicana de Beisebol (LMB)

Devido a proximidade geográfica com os Estados Unidos, o México também é um país que tem o beisebol como uma de suas principais modalidades — este fato, junto com a forte economia dos mexicanos, faz com que o México tenha uma das principais ligas de beisebol do planeta.

A LMB, inaugurada em 1925, geralmente acontece entre maio a setembro (período em que também é jogada a MLB e que coincide com as estações quentes do Hemisfério Norte). Para 2021, 21 times entraram na disputa em um total de 114 jogos pela temporada regular.

Assim como acontece como a MLB, os jogos são disputados em séries, ou seja, as equipes jogam entre si durante várias vezes pela semana — isso acontece para minimizar o fator viagem durante a temporada regular.

Por se tratar de uma liga de alto investimento, a LMB conta com jogadores de boa qualidade e há vários deles que já tiveram passagem relevante pela MLB.

Vale notar, em específico, que a LMB é uma liga em que os ataques geralmente são bem predominantes. Além disso, muitos times estão localizados em regiões montanhosas e com altitude elevada, fator essencial para a bolinha de beisebol viajar muito com a rebatida devido ao ar rarefeito (algo que também é muito notável no Coors Field, do Colorado Rockies, pela MLB).

Os estádios contam com dimensões pequenas no campo externo e é outro ponto importante que eleva o número de corridas por jogo.

Portanto, se você considerar apostar na liga mexicana, fique ciente que as condições climáticas do país podem ditar de maneira relevante nas odds e nas apostas.

Liga Japonesa de Beisebol (NPB)

O Japão é a segunda potência no beisebol mundial e só perde para os Estados Unidos em nível de profissionalismo e qualidade na modalidade. Isso não poderia ser possível sem uma liga de classe mundial.

A NPB existe desde 1950 e conta com 12 equipes. Com calendário parecido com a LMB, a liga japonesa começa em março e termina em setembro. As equipes jogam 143 vezes ao longo da temporada e o campeonato é dividido em duas ligas — Central e Pacífica.

Quando o assunto é estilo de jogo, a liga japonesa tem um tipo totalmente diferente em relação ao jeito mexicano de competir. O Japão é famoso pela sua maneira small ball de jogar, ou seja, através de rebatidas curtas e muita velocidade — um dos melhores jogadores da história do país, o recém-aposentado Ichiro Suzuki, exemplificava muito bem essa maneira de competir.

Devido ao jogo voltado a velocidade, arremesso de qualidade e defesa de alto nível, o beisebol japonês conta com muito menos corridas por jogo do que o beisebol normalmente jogado no mundo ocidental.

Além disso, outra tradição normal no beisebol japonês é o uso extensivo dos arremessadores titulares. Normalmente um starter fica pelo menos seis entradas em jogo e isso diminui a importância dos arremessadores reservas nas equipes.

Liga Sul-Coreana de Beisebol (KBO)

A Coréia do Sul também é uma potência mundial no beisebol e há muitas opções para apostar na KBO — principal competição do país. Existente desde 1982, a liga cresceu bastante de projeção nos últimos anos e já atrai jogadores de alto nível no escalão mundial.

Com apenas 10 equipes disputando a competição, a KBO conta com um sistema muito alta de jogos entre si durante a temporada, visto que cada time joga 144 vezes ao longo do ano. Isso dá uma média de 16 jogos contra cada equipe por temporada, tornando a liga bem repetitiva.

Assim como as principais competições do beisebol mundial, a KBO começa em março e normalmente termina na primeira semana de outubro.

Um ponto interessante a citar é o fato de que a KBO tem um estilo de jogo muito mais voltado para o beisebol latino do que japonês. A liga prioriza os rebatedores de força e não é raro jogadores ultrapassarem a marca dos 30 home runs por temporada — algo muito mais difícil de acontecer no Japão, por exemplo.

Um dos motivos que tornam o beisebol sul-coreano muito mais propenso ao ataque do que o Japão é a dimensão do campo externo dos estádios, que geralmente são bem curtos e favorecem as rebatidas para além do muro.

Portanto, se você estiver planejando em apostar no beisebol da KBO, fique atento com as linhas altas de corrida e a possibilidade real de jogos muito movimentados no ataque com muitas corridas para os dois lados.

Top 3 sites de apostas
Betway
Betway

100% do valor do depósito até 5.000MT em bónus de boas-vindas