5 erros mais frequentes na hora de precificar a aposta

Um dos maiores pilares das apostas esportivas é certamente a precificação. Termo tão importante para qualquer apostador, é através da precificação que se guia toda a sua análise.

Portanto, dando continuidade no nosso guia de artigos educativos aqui no SDA, separamos cinco erros mais frequentes na hora de precificar a aposta que você definitivamente precisa saber.

Não levar em conta o fator casa

Muitos apostadores amadores se empolgam com cotações favoráveis para o favorito. Cenários como Barcelona ou Manchester City com cotação de 1.70 pra cima é um cenário que a maioria dos apostadores iniciantes não pensam duas vezes antes de fazer a aposta.

No entanto, o fator casa é muito relevante nas apostas esportivas e ele precisa ser levado em consideração na hora de fazer a sua precificação. Afinal, a torcida faz muita diferença no resultado final do jogo por meio de diversos fatores diferentes e não dá para negar esse fator.

Portanto, na hora de fazer a precificação da sua aposta, não se esqueça que o fator casa é extremamente importante para você poder fazer a leitura da sua aposta corretamente — caso contrário, você estará cometendo um erro primário nas apostas esportivas.

Empolgar demais nas unidades investidas

A grosso modo, precificar quer dizer encontrar valor na aposta. E os mais iniciantes na modalidade tendem a empolgar muito nas unidades investidas quando realizam uma precificação que tende a ser favorável para o mesmo.

São em casos assim que a empolgação por cima das unidades investidas pode se tornar um erro crasso e, mais importante ainda, definir negativamente o seu mês. Por exemplo: se você aposta entre 1 a 2 unidades o mês inteiro, faz sentido você encarar uma bet com 5 unidades investidas?

Por mais que a informação seja boa, a unidade por cima da precificação não pode ser muito maior do que as unidades que você trabalha em apostas normais. Afinal, para um apostador que usa entre 1-2 unidades, um red de 5 unidades é dificílimo de ser recuperado a curto prazo.

O recomendado é você fazer um investimento maior em unidades apenas quando tiver uma experiência maior no mundo das apostas para não expor desnecessariamente a sua banca.

Stake fixa ou variável? Você não pode ficar em cima do muro

Esse é outro erro principal na hora do apostador traçar a sua precificação. Definir se o uso da stake será fixa ou variável é fundamental para você não se perder com sua gestão de banca ao longo do mês.

Para quem não sabe, stake fixa é quando o apostador utiliza as mesmas unidades em todas as apostas. Independente do nível da precificação, seja ele muito favorável ou não, o número de unidades investidas sempre será exatamente a mesma. Já no modo variável, o número de unidades colocado na aposta é geralmente variado de acordo com o grau no desajuste da cotação.

Não existe um consenso sobre qual é o melhor estilo de trabalhar, visto que ambos são comprovadamente lucrativos se utilizados da maneira correta — no entanto, é fato que você precisa de ter uma decisão clara sobre qual modo trabalhar para não ficar a mercê de variações negativas maiores ao decorrer do tempo.

Um bom jeito de definir sobre qual modo trabalhar em termos de stake é realizando um planilhamento por meio de simulação. Pegue os seus últimos meses de trabalho, por exemplo, e faça uma simulação sobre como seriam as unidades ganhas em cima de stake fixa ou variável. A que tiver menos oscilação e maiores lucros será a escolha mais acertada.

Apostar sem método definido

O fato de apostar sem método definido é um erro enorme e que vai totalmente contra o conceito da precificação. Para conseguir extrair valor exato em uma aposta, você precisa saber exatamente como trabalhar para chegar naquela análise — e, para tudo isso, é necessário ter um método definido.

E o que seria método definido? Bom, basicamente método definido é tudo que engloba fatores como liga padrão para trabalhar, estilo pré ou live totalmente acertado, stake fixa ou variável, número de entradas por dia e muito mais.

Ficar preso a apenas uma casa de aposta

Como já dito aqui anteriormente em um dos artigos educativos na seção ACADEMIA do SDA, o recomendado é o apostador ter pelo menos três casas de aposta para trabalhar — e a precificação entre em um desses motivos.

Nesse caso, utilizar três casas de apostas de cunho diferente sempre vai te dar uma possibilidade maior de encontrar a melhor cotação possível. Na maioria das vezes a cotação muda consideravelmente de uma casa de aposta para a outra e a diferença pode até mesmo ultrapassar 10 ticks em uma mesma aposta.

Top 3 sites de apostas
Betway
Betway

100% do valor do depósito até 5.000MT em bónus de boas-vindas

Betwinner

Até 10.000MT em bónus de boas-vindas