Apostas Vencedor Wimbledon 2023

Quando a bolinha sobe no complexo All England Lawn Tennis and Croquet Club, em Londres, o mundo do ténis para. Estamos falando do torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, sendo o único deles em que o jogo rola na grama. É um dos quatro principais campeonatos do mundo, ao lado do Australian Open, Roland Garros e US Open.

Considerado o torneio mais tradicional do mundo do ténis, o torneio de Wimbledon começa a aquecer os motores para mais uma temporada de disputa que promete muita emoção. Confira abaixo tudo o que você precisa saber para apostas no vencedor final de Wimbledon, nos vencedores do torneio e outros mercados. O Sites de Apostas preparou um guia completo para você ficar por dentro do torneio de Wimbledon, incluindo as principais casas com cotações em ténis para os apostadores

O torneio de Wimbledon

O Grand Slam de Wimbledon é simplesmente o torneio de ténis mais antigo do planeta. A competição disputada na grama sagrada do All England Lawn Tennis and Croquet Club, na capital inglesa, teve sua primeira edição realizada no ano de 1877, ou seja, há quase 150 anos.

Naquele ano, o britânico Spencer Gore ficou com o título na disputa masculina. Sete anos mais tarde, Wimbledon passou a contar também com uma disputa feminina, que teve Maud Watson como grande vencedora.

Neste mesmo ano, 1884, também foi introduzida a disputa de duplas masculinas, que coroou os irmãos gêmeos Ernest e William Renshaw. O torneio de duplas femininas só passou a ocorrer a partir de 1913, com Dora Boothby e Winifred McNair levando a taça.

Desde então, o torneio de Wimbledon só não foi disputado em três ocasiões: durante as duas guerras mundiais e também em 2020, em virtude da pandemia de Covid 19. Ou seja, em condições normais, se há uma certeza no mundo do ténis mundial é de que as atenções estarão voltadas para o torneio londrino sempre que estivermos no meio da temporada – ele ocorre entre os meses de junho e julho

Tradição

Com mais de 100 anos de disputa, o torneio de Wimbledon se notabilizou como o mais tradicional campeonato do ténis mundial – o que se refletiu também nas apostas desportivas. Uma de suas grandes marcas é o fato de todos os competidores jogarem com vestimentas na cor branca, algo que permanece até hoje.

Outra tradição que segue viva é o fato de os jogadores se curvarem à Rainha ou ao Príncipe da Inglaterra quando um ou outro está presente nas quadras, o que não é um fato raro.

Recordes e estatísticas de Wimbledon

Nesses mais de 100 anos de disputa, Wimbledon coroou algumas lendas do ténis mundial, que colecionaram conquistas na grama sagrada de Londres.

Na era amadora, o grande destaque da história de Wimbledon é o inglês William Renshaw, que conquistou 7 títulos, 6 deles de forma consecutiva (entre 1881 e 1886), um recorde até hoje, além de outras cinco conquistas nas duplas. Na era moderna, ele foi alcançado pelo norte-americano Pete Sampras, que levantou seu 7º título em 2000.

Porém, no século XXI, outro fenômeno surgiu nas quadras do Grand Slam de Wimbledon: o suíço Roger Federer, dono de um estilo de jogo único. Em 2003, ele venceu seu primeiro título e voltou a repetir a dose outras sete oportunidades, a última delas em 2017, quando conquistou seu 8º título de Wimbledon e se isolou como maior vencedor do torneio.

No cenário atual, um nome parece disposto a quebrar o recorde de Roger Federer: o sérvio Novak Djokovic, que já soma 7 conquistas. Ele venceu os três últimos torneios disputados. Outro grande nome da atual geração, Rafael Nadal, especialista em Roland Garros, tem apenas dois títulos na grama de Wimbledon.

Entre as mulheres, a era amadora foi dominada por Helen Wills Moody, dos Estados Unidos, que conquistou 8 títulos entre 1927 e 1938, batendo a marca da britânica Dorothea Lambert Chambers, que tem 7 conquistas entre 1903 e 1914.

No entanto, ambas já foram superadas. O posto de maior vencedora de Wimbledon pertence à lenda norte-americana Martina Navratilova, que conquistou nada menos que 9 títulos entre 1978 e 1990 – a maior marca de uma mulher em qualquer Grand Slam de simples. Grande nome do ténis contemporâneo feminino, Serena Williams soma sete títulos, enquanto Ashleigh Barty venceu apenas uma vez o torneio.

Maiores vencedores: masculino

  • Roger Federer (Suíça) – 8 títulos (2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2012, 2017)
  • William Renshaw (Reino Unido) – 7 títulos (1881, 1882, 1883, 1884, 1885, 1886, 1889)
  • Pete Sampras (EUA) – 7 títulos (1993, 1994, 1995, 1997, 1998, 1999, 2000)
  • Novak Djokovic (Sérvia) – 7 títulos (2011, 2014, 2015, 2018, 2019, 2021, 2022)
  • Laurence Doherty (Reino Unido) – 5 títulos (1902, 1903, 1904, 1905, 1906)
  • Bjorn Borg (Suécia) – 5 títulos (1976, 1977, 1978, 1979, 1980)

Maiores vencedoras: feminino

  • Martina Navratilova (EUA): 9 títulos (1978, 1979, 1982, 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1990)
  • Helen Wills Moody (EUA): 8 títulos (1927, 1928, 1929, 1930, 1932, 1933, 1935, 1938)
  • Dorothea Lambert Chambers (Reino Unido): 7 títulos (1903, 1904, 1906, 1910, 1911, 1913, 1914)
  • Steffi Graf (Alemanha) – 7 títulos (1988, 1989, 1991, 1992, 1993, 1995, 1996)
  • Serena Williams (Estados Unidos) – 7 títulos (2002, 2003, 2009, 2010, 2012, 2015, 2016)

Outros recordes

  • Maior campeão nas duplas masculinas: Todd Woodbridge (Austrália) – 9 títulos
  • Maior campeã nas duplas femininas: Elizabeth Ryan (EUA) – 12 títulos
  • Maior campeã nas duplas mistas: Elizabeth Ryan (EUA) – 8 títulos
  • Maior número de vitórias entre homens: Roger Federer (Suíça) – 105 partidas
  • Maior número de vitórias entre mulheres: Martina Navratilova (EUA) – 120 partidas
  • Partida mais longa: John Isner x Nicolas Mahut (2010) – 11h5min

Últimos campeões de Wimbledon

AnoCampeãoVice
2022Novak DjokovicNick Kyrgios
2021Novak DjokovicMatteo Berrettini
2020--
2019Novak DjokovicRoger Federer
2018Novak DjokovicKevin Anderson
2017Roger FedererMarin Cilic
2016Andy MurrayMilos Raonic
2015Novak DjokovicRoger Federer
2014Novak DjokovicRoger Federer
2013Andy MurrayNovak Djokovic
2012Roger FedererAndy Murray
2011Novak DjokovicRafael Nadal
2010Rafael NadalTomas Berdych

Formato de disputa

A disputa principal de Wimbledon no masculino e feminino conta com 128 competidores – já contando aqueles que vêm do Wild Card, que é um torneio prévio para definir as últimas vagas. Os 32 tenistas mais bem ranqueados são considerados cabeças-de-chave e todo o chaveamento é formado levando em consideração esse ranking, de modo que número 1 e número 2 só podem se enfrentar na final.

A partir daí, são 7 rodadas de disputas em formato eliminatório, ou seja, quem perde está fora do torneio Grand Slam. No torneio masculino, as partidas são jogadas em melhor de 5 sets para decidir o vencedor final, enquanto no feminino todas as partidas são decididas em melhor de 3 sets.

Premiação e pontuação do torneio

O campeão de Wimbledon no masculino leva pra casa um prêmio de 1,7 milhão de libras esterlinas, além de somar 2000 pontos no ranking da ATP. O vice do Grand Slam fica com 900 mil libras e 1200 pontos.

No feminino, o prêmio em dinheiro é o mesmo, ou seja, 1,7 milhão de libras esterlinas para a campeã e 900 mil para a vice. A vencedora também leva 2000 pontos no ranking da WTA, enquanto a vice fica com 1300.

A premiação nas duplas é um pouco inferior: 480 mil libras para as equipes vencedoras e 240 mil libras para os vice-campeões.

Dicas de apostas para o torneio de Wimbledon

Com mais de 300 partidas contando todas as disputas, o torneio de Wimbledon é uma ótima oportunidade para os apostadores, sendo um dos campeonatos do mundo mais procurados para apostas em ténis. Se você está começando a fazer apostas, este Grand Slam é uma boa pedida para se habituar no jogo.

As casas de apostas operam com muita liquidez neste período, o que favorece os apostadores. Isso vale não apenas para quem quer apostar se o campeão será Novak Djokovic, Roger Federer, Rafael Nadal ou Serena Williams, por exemplo, mas também quem busca ganhar dinheiro com uma simples partida de primeira fase do Grand Slam, seja nos mercados principais ou nos paralelos (handicaps de sets, handicap de games, over/under, etc).

Escolher o vencedor final deste Grand Slam não é tarefa das mais simples, sobretudo no torneio feminino, em que há enorme rotatividade – assim como no US Open e Australia Open, que têm campeão diferente quase todo ano. Confira abaixo algumas dicas importantes para apostar em Wimbledon:

Como foi o torneio em 2022

  • Simples Masculino – Vencedor final: Novak Djokovic (Sérvia)
  • Simples Feminino – Vencedora: Elena Rybakina (Rússia)
  • Duplas Masculinas – Vencedores: Matthew Ebden (Austrália) / Max Purcell (Austrália)
  • Duplas Femininas – Vencedoras: Barbora Krejčíková (Rep. Tcheca) / Kateřina Siniaková (Rep Techeca)
  • Duplas Mistas – Vencedores: Neal Skupski (Reino Unido) / Desirae Krawczyk (EUA)

O que esperar de Wimbledon em 2023?

Ainda faltam meses para o Grand Slam de Wimbledon de 2023 – há muito em jogo para o restante da temporada. Porém, se você gosta mesmo de apostas no torneio londrino, é bom ficar de olho nos próximos torneios para ter uma prévia do que virá. Embora ainda seja cedo para apontar o vencedor final, alguns nomes certamente estarão na briga para ser campeão, como Novak Djokovic, Rafael Nadal e Daniil Medvedev.

Porém, não se preocupe: você encontrará aqui tudo o que precisar na hora que for fazer sua aposta no Grand Slam, já que sempre preparamos uma cobertura completa do torneio, ano a ano.

Top 5 sites de apostas
4,8 rating
Betway

500€ em bónus de boas-vindas em desportos

4,8 rating
4.8
4,7 rating
Luckia

Até 1.500€ em bónus de casino

4,7 rating
4.7
4,7 rating
Betano

Até 50€ em bónus de boas-vindas

4,7 rating
4.7
4,6 rating
Betclic

Até 20€ em bónus de boas-vindas

4,6 rating
4.6
4,4 rating
Placard.pt

Casa de apostas 100% nacional

4,4 rating
4.4