Fator casa influencia no tênis?

Uma das questões mais discutidas no mundo do tênis é se o fator casa tem grande peso nos confrontos. Em alguns países como Argentina e Brasil, o público de tênis age como se estivesse em uma partida de futebol e muitas vezes isso acaba tendo uma certa influência nos confrontos para os jogadores da casa.

A questão é que cada tenista reage de uma maneira diferente. Enquanto que alguns podem se sentir mais pressionados por ter que vencer dentro de seu país, outros se aproveitam muito bem do fator casa. O sacador norte-americano John Isner é um dos jogadores que mais se aproveitam do fator casa no tênis. Dos 15 títulos conquistados na carreira, 13 foram vencidos nos Estados Unidos.

Novak Djokovic adota uma estratégia diferenciada para ignorar a torcida contra

Na última decisão de Wimbledon Novak Djokovic encarou Roger Federer e quase toda a torcida estava apoiando Federer com gritos de “vamos lá, Roger, vamos lá!”.

“Você tenta ignorar a multidão, o que é bastante difícil. Quando a multidão está cantando ‘Roger’, eu ouço ‘Novak’, é bem parecido, Roger e Novak”, disse ele. “Parece bobagem, mas é assim. Eu tento me convencer de que é assim.”

“Eu disse a mim mesmo antes da partida que iria desligar o máximo que pudesse do que estaria acontecendo ao meu redor. Se você tem a maioria da multidão ao seu lado, isso ajuda, isso lhe dá motivação, força e energia”, completou.

Muito se fala nos bastidores de tênis que Djokovic se sente incomodado por não ter o mesmo nível de popularidade de Rafael Nadal e Federer. De fato, o sérvio se esforça muito para ter o carinho do público por onde passa.

Virada épica de Del Potro no US Open de 2017 teve grande influência da torcida argentina

No US Open de 2017 o argentino Del Potro entrou em quadra gripado para encarar o austríaco Dominic Thiem. Del Potro estava a dois pontos de ser eliminado do último Grand Slam do ano, quando virou o jogo no quarto set e venceu com parciais de 1-6, 2-6, 6-1, 7-6 (7) e 6-4.

“Pensei em desistir antes de entrar em quadra e depois também no segundo set, mas vi as arquibancadas, vi o grande apoio dos argentinos e disse a mim mesmo que não podia decepcioná-los. Então aconteceu algo, não sei, tudo mudou e comecei a sentir melhor”, revelou Del Potro após o confronto.

“Foi legal. Nos dois primeiros sets, as pessoas não pararam de me apoiar e, quando eu ganhei o terceiro set, elas me ajudaram, comecei a me conectar um pouco com elas e a me sentir bem; os nervos que canalizava daquele lado e isso me faziam bem”, completou.

Essa virada de Del Potro mostra muito bem como é importante ter o público a favor em situações críticas e influencia diretamente no resultado.

Porém, como foi descrito anteriormente, isso não quer dizer que todo tenista reage positivamente com o apoio em massa dos torcedores, pois pode acontecer o efeito contrário e o jogador passa a se sentir mais pressionado.

Nas apostas ao vivo, o fator casa pode ser ter certo peso para uma virada do tenista da casa, por exemplo. Mas, além da questão técnica e física, é preciso estudar o perfil do jogador e como ele reage à situações adversas com o apoio da torcida.

Top 5 sites de apostas
Bet365

Até R$200 em bônus de boas-vindas

Bodog

Até R$200 em bônus de boas-vindas

Betway

Até R$200 EXCLUSIVO em bônus de boas-vindas + R$25 grátis para apostar

Betwarrior

100% de bônus de boas-vindas até R$300

Betfair

Até R$400 em bônus de boas-vindas com o código ZBBL01