Guia de Apostas Liga dos Campeões 2021/22

   

Liga dos Campeões

Paris Saint-Germain

Manchester City

Bayern de Munique

No dia 22 de junho, a Liga dos Campeões da UEFA – a UEFA Champions League, no inglês – deu o pontapé inicial para a edição 2021/22, começando pelas fases eliminatórias. No dia 26 de agosto, foi realizado o sorteio para a fase de grupos, definindo as 32 equipes europeias que disputarão a principal competição entre clubes do mundo. A primeira rodada da fase de grupos acontece nos dias 14 e 15 de setembro de 2021, e a última, em 7-8 de dezembro deste ano. A grande final será disputada no dia 28 de maio de 2022, no Estádio Krestovksy, em São Petersburgo, na Rússia.

Principais candidatos ao título da Liga dos Campeões 2021/22

Paris Saint-Germain

Finalistas em 2019/20 e semifinalistas em 2020/21, o PSG chega como o principal candidato ao título europeu, muito graças à contratação de Lionel Messi. Além do craque argentino, o time se reforçou bem com Wijnaldum e Sergio Ramos, além de manter Kylian Mbappé, contando com uma equipe mais forte e experiente, certamente uma das grandes atrações para o torneio.

Manchester City

Os finalistas de 2020/21 perderam o título ‘nos detalhes’ para o Chelsea, mas chegam reforçados para a temporada 2021/22, investindo mais de 100 milhões de euros em Grealish. Além disso, a grande estrela pode ser Cristiano Ronaldo, que deixa os italianos da Juventus para assinar com o City de Guardiola. Assim, mantendo a base campeã da Premier League, os Citizens chegam como outra grande força da Liga.

Bayern de Munique

Os bávaros do Bayern não fizeram grandes contratações, mas mantêm boa parte da base que foi campeã em 2019/20, e contando com a chegada do treinador Julian Nagelsmann, após a saída de Hans para a Seleção Alemã. Mesmo sem o protagonismo dos anos passados, o tradicional Bayern é uma força difícil de se ignorar na Champions.

Chelsea

Os atuais campeões da Champions não chegam como pleno favoritos por conta dos elencos ‘badalados’ dos concorrentes, mas ainda assim, são uma grande força. Com a continuidade do elenco de Tuchel e a chegada de Lukaku, voltando a vestir a camisa dos Blues, o Chelsea ainda continua como uma das principais forças da Inglaterra e de toda a Europa.

Quem corre por fora?

Os gigantes espanhóis Barcelona e Real Madrid chegam distante do favoritismo, vivendo anos de reconstrução, sobretudo com a saída de Messi dos catalães. Os ingleses também continuam dominantes para o torneio, com o protagonismo de Liverpool e Manchester United, que mantêm boas equipes para a disputa do torneio. Já os italianos perdem muito com as saídas de Lukaku, da Inter, e Cristiano Ronaldo, da Juventus.

Quais as principais estrelas da Liga dos Campeões 2021/22

Lionel Messi

O craque argentino trocou as cores e as praias de Barcelona pela torre Eiffel de Paris, protagonizando uma das maiores transações em termos de mídia da história. Mesmo em sua primeira temporada na França, o camisa 30 é certeza de boas atuações e bons jogos.

Neymar Jr.

O camisa 10 do PSG pode crescer ainda mais na França com a chegada de Lionel Messi, ex-companheiro de Barcelona e agora parceiro de ataque. Assim, chegando perto dos 30 anos, o jogador se coloca como um dos protagonistas da Europa.

Cristiano Ronaldo

O jogador português acaba de deixar a Juventus para defender as cores do Manchester United, chegando para a sua volta à Premier League. Mesmo com o período de readaptação ao futebol da Inglaterra, o craque tende a fazer uma boa temporada.

Kylian Mbappé

Continuando no PSG, o francês pode encarar um processo de ‘insatisfação’ com o clube. Porém, ao lado de Neymar e Messi, a tendência é de uma boa temporada na Champions, como vem fazendo há anos.

Outros nomes

A Liga dos Campeões 2021/22 ainda conta com uma lista de bons e promissores jogadores, como Robert Lewandowski, no Bayern de Munique; Kevin de Bruyne e Grealish, no Manchester City; Depay e Coutinho no Barcelona; Sancho no United; Haaland no Borussia Dortmund e Romelu Lukaku no Chelsea.

Conheça a Liga dos Campeões

A Liga dos Campeões nasceu na década de 1950, mais precisamente em 1955/56, com a premissa de reunir os campeões nacionais em uma competição europeia. Nascida como ‘Copa dos Campeões’, reunia exatamente os vencedores dos torneios nacionais, tendo como seu primeiro campeão o Real Madrid, vencendo o título em cima do Reims, da França.

A era dos ‘Campeões’

Durante um bom tempo do século passado, a Copa dos Campeões juntava apenas os vencedores nacionais. Os primeiros anos foram dominados pelos espanhóis do Real Madrid, que contavam com grandes jogadores da história mundial, como Puskas e Alfredo Di Stéfano, conquistando cinco títulos em um curto período.

No início da década de 1970, os holandeses conseguiram o título, graças ao ótimo Ajax de Johan Crujiff. No final daqueles anos, seria o início do Bayern de Munique, gigante alemão.

A década de 1980 foi dominada pelos ingleses, como os títulos do Liverpool e até do Aston Villa, visto que o Nottingham Forest também já tinha conquistado anos antes. O que marca negativamente o período são os intensos episódios de violência protagonizado pelos britânicos, resultando em uma série de punições para frear o hooliganismo.

A Liga dos Campeões

Em 1993, a Liga dos Campeões assumiu um novo formato, justamente com essa características de ‘liga’, aumentando o número de equipes e de jogos, muito em função de crescer o marketing e tornar o campeonato ainda mais forte.

Daí para frente, a Champions se tornou o principal campeonato de clubes do mundo, ficando atrás apenas da Copa do Mundo da FIFA no futebol, e reunindo bilhões de euros em investimentos de mídia e de infraestrutura.

As maiores equipes da Liga dos Campeões

Real Madrid

Guia de Apostas Liga dos Campeões 2021/22

O Real Madrid é o maior campeão da história da Liga dos Campeões, com 13 títulos, sendo o primeiro conquistado na temporada 1955/56 e o último, em 2017/18. O time viveu ‘eras’ gloriosas, com títulos seguidos nos anos 1950, 2000 e 2010.

Os anos de 1950 foram comandados por Di Stéfano; já entre os anos finais de 1990 e o início de 2000, foi o tempo dos galácticos de Figo, Zidane e Roberto Carlos; e os títulos de 2010 tiveram o protagonismo de Cristiano Ronaldo.

Milan

A equipe do Milan é o segundo maior vencedor da Champions, com 7 títulos ao longo da história, sendo que o primeiro foi em 1962/1963 e o último em 2006/07. O time foi dominante entre o fim da década de 1980 e o início de 1990, conquistando troféus seguidos na competição.

Bayern de Munique

Os alemães do Bayern começaram a serem gigantes na Europa no início da década de 1970, conquistando seu primeiro título em 1973/74, e o sexto e último, já em 2019/20. O Bayern também é uma das equipes que mais teve vices, ao lado do Benfica, com 5, e atrás da Juventus, com 7.

Liverpool

 

O Liverpool é o principal inglês na história da Champions, tendo conquistado o seu primeiro título no ano de 1976/77, e o sexto e último, na temporada recente de 2018/19. A década de 1980 foi marcada pela força dos ingleses, mas também pelos episódios recorrentes de violência nos estádios.

Barcelona

O Barça tem em seu currículo cinco títulos de Liga, conquistando o primeiro já ‘tarde’, no início da década de 1990/91, com o time treinado por Crujiff. As maiores conquistas vieram com Ronaldinho, em 2005/06, e com Lionel Messi, que deu 3 taças para os espanhóis, sendo a última em 2014/15.

Jogadores marcantes na Liga dos Campeões

Pela grandiosidade de ser a maior competição de clubes do mundo, a UEFA Champions League teve em seus estádios boa parte dos maiores jogadores da história do futebol mundial.

No início, ainda na década de 1950, o Real Madrid de Alfredo Di Stefano e Ferenc Puskas brilhou com uma série de títulos conquistados. Na década seguinte, Bobby Charlton comandou os ingleses do Manchester United.

Na era de 1970, foi a vez de Johan Crujiff comandar o futebol na Europa, vencendo títulos pelo Ajax e contagiando o mundo com a Seleção Holandesa e seu método rápido de jogar com valorização da posse de bola.

Ainda nos anos de 1970, os alemães do Bayern de Munique contaram com a equipe formada por Franz Beckenbauer e Gerd Müller. O Milan do início da década de 1990 contou com craques como Paolo Maldini, Marco van Basten e Franco Baresi.

A Juventus do final dos anos 1990 trazia craques europeus, como Didier Deschamps e Alessandro Del Piero. Nos anos 2000, o Real Madrid desfilava com Zinedine Zidane, Luís Figo e David Beckham no time multicampeão.

O Milan dos anos 2005 a 2008 trazia Kaká, Paolo Maldini e Hernán Crespo. O Liverpool da mesma época também trazia Steven Gerrard. No período, o gigante Barcelona ainda tinha Ronaldinho Gaúcho.

Já nos anos de 2009 para frente começou a dominância de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, craques que bateram uma série de recordes pelas camisas de Barcelona e Real Madrid, além de ‘coadjuvantes’ de peso como Xavi, Iniesta, Neymar Jr. e Karim Benzema.

Para além dos campeões, outros craques desfilaram na Champions sem ficar com o título, como Ronaldo Fenômeno, Maradona e Romário.

Números e recordes da Liga dos Campeões

* números até o final de 2020/21

  • Maiores artilheiros: Cristiano Ronaldo com 135 gols e Lionel Messi com 120 gols
  • Maior campeão: Francisco Gento, com 6 títulos pelo Real Madrid
  • Treinadores com mais títulos: Zidane, Paisley e Carlo Ancelotti, com 3 títulos
  • Jogador que mais jogou: Iker Casillas com 177 jogos e Cristiano Ronaldo com 176 (deve passar em 2021/22)
  • País com mais títulos: Espanha, com 18 troféus
  • Estádio com mais finais: Wembley, com 8 jogos

Estatísticas da temporada 2020/21 da Liga do Campeões

Veja o caminho na temporada 2020/21 da Liga dos Campeões:

Oitavas

  • RB Leipzig x Liverpool
  • Barcelona x PSG
  • Sevilla x Borussia Dortmund
  • Porto x Juventus
  • Lazio x Bayern de Munique
  • Atlético x Chelsea
  • Borussia M’gladbach x Manchester City
  • Atalanta x Real Madrid
  • Borussia Dortmund x Sevilla

Quartas

  • Manchester City x Borussia Dortmund
  • Real Madrid x Liverpool
  • Porto x Chelsea
  • Bayern de Munique x PSG

Semifinais

  • Real Madrid x Chelsea
  • PSG x Manchester City

Final

  • Manchester City 0x1 Chelsea

Melhores ataques

  • Bayern de Munique com 27 gols
  • Manchester City com 25 gols
  • Chelsea com 23 gols

Melhores defesas

  • Chelsea com 4 gols
  • Manchester City com 5 gols
  • Liverpool com 6 gols

Mais cartões amarelos

  • PSG com 29 cartões
  • Real Madrid com 24 cartões
  • Lazio com 23 cartões

Mais escanteios por jogo

  • Salzburg com 7.2 por jogo
  • Atlético de Madrid com 7.1 por jogo
  • Bayern de Munique com 5.9 por jogo

Mais faltas por jogo

  • Rennes com 17 faltas por jogo
  • Leipzig com 16.1 por jogo
  • Salzburg com 15.2 por jogo

Clean sheets

  • Chelsea com 9 jogos sem gols
  • City com 8 jogos sem gols
  • Liverpool com 7 jogos sem gols

Artilheiros

  • Haaland com 10 gols
  • Mbappé com 8 gols
  • Morata com 6 gol

Assistentes

  • Cuadrado com 6 assistências
  • Kimmich e De Bruyne com 4 assistências

Atual forma de disputa da Liga dos Campeões

A Champions começa com 79 equipes, com quatro rodadas eliminatórias de classificação. Na atual edição, várias grandes equipes ficaram fora, como o PSV Eindhoven, da Holanda; o Mônaco, da França; e o Galatasaray, da Turquia.

Os 32 classificados disputam a fase de grupos, organizada em 8 grupos diferentes definidos por sorteio, com 2 equipes passando para a fase de mata-mata. Ao todo, são disputadas 6 rodadas, com as equipes se enfrentando em jogos casa/fora. Os terceiros colocados vão direto para a fase 1/16 da Liga Europa

Veja a divisão dos grupos para a temporada 2021/22

Grupo A

  • Manchester City, Paris Saint-Germain, RB Leipzig e Club Brugge

Favoritos:

Grupo B

  • Atlético de Madrid, Liverpool, FC Porto e Milan

Favoritos:

Grupo C

  • Borussia Dortmund, Ajax, Sporting, Besiktas

Favoritos:

Grupo D

  • Real Madrid, Inter de Milão, Shakhtar Donetsk e Sheriff Tiraspol

Favoritos:

Grupo E

  • Bayern de Munique, Barcelona, Benfica e Dínamo de Kiev

Favoritos:

Grupo F

  • Manchester United, Atalanta, Villarreal e Young Boys

Favoritos:

Grupo G

  • Sevilla, Wolfsburg, Lille e RB Salzburg

Favoritos:

Grupo H

  • Chelsea, Juventus, Zenit e Malmo

Favoritos:

Caminho até a final

Os dois vencedores de cada grupo classificam-se para a fase de oitavas de final, decidida por sorteio. Os jogos serão em fevereiro e março de 2022. Já as quartas e as semifinais acontecem em abril, com a grande decisão marcada para o dia 22 de maio de 2022.

Dicas para apostar na Liga dos Campeões 2021/22

O ‘grupo da morte’

O Grupo B acabou ficando como o ‘grupo da morte’ nessa Champions League, com Atlético de Madrid, Porto, Liverpool e Milan, quatro grandes forças de países diferentes, dificultando muito a previsão dos vencedores e sendo um prato cheio para os apostadores em futebol.

As boas disputas dos grupos C e E

Os dois grupos trazem brigas diferentes pela Liga dos Campeões, com o ‘Grupo C’ trazendo uma briga ‘mais embaixo’, mas ainda muito boa, com Sporting, Dortmund e Ajax. O Grupo E também tem uma boa ‘confusão’, trazendo Benfica, Barcelona e Bayern como favoritos para 2 vagas.

A incerteza do Grupo G

O Grupo G é um caso à parte, sem grandes favoritos e com chances para os quatro classificados, trazendo Lille, Sevilla, Salzburg e Wolfsburg em uma disputa interessante para todos.

Os passeios dos grupos A e H

Os grupos A e H da Liga trazem duas equipes muito mais fortes que as outras, que devem se sobressair completamente, com PSG e City no A e Juventus e Chelsea no H, com boas previsões dos confrontos deles contra os menores.

Veja dicas de apostas para a temporada 2021/22 da Liga dos Campeões:

Veja outras casas de apostas para a Liga dos Campeões 2021/22:

   

Liga dos Campeões

Paris Saint-Germain

Manchester City

Bayern de Munique

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top 5 sites de apostas
Bodog

Até R$200 em bônus de boas-vindas

Betfair

Até R$200 em bônus de boas-vindas com o código ZBI203

Amuleto Bet
Amuleto Bet

Até R$1.200 em bônus de boas-vindas

Betsson

Até R$240 em bônus de boas-vindas

Betmaster
Betmaster

Até R$500 em bônus de boas-vindas