Guia de Apostas Roland Garros 2021

   

Roland Garros

Rafael Nadal

Novak Djokovic

Stefanos Tsitsipas

No próximo dia 30 de maio de 2021, um dos quatro ‘Grand Slam’ do ATP Tour terá início na França: o torneio de Roland Garros 2021. A disputa ocorrerá até o dia 13 de junho, com o qualifying rolando entre os dias 24 e 28 de maio. Os jogos são todos disputados no Stade Roland Garros, em Paris, capital francesa. O complexo conta com 3 quadras: o Simonne-Mathieu, o Suzanne-Lenglen e o Philippe-Chatrier, principal local e onde são realizadas as finais da competição.

História de Roland Garros

O torneio de Roland Garros, também chamado de French Open, Aberto da França ou Internatiounaux de France é um dos torneio mais tradicionais da história do tênis, sendo disputado desde 1925, sendo a continuação de outros campeonatos do esporte que já aconteciam na capital Paris desde o fim do século XIX.

Atualmente, Roland Garros integra os quatro Grand Slam da temporada, junto de Australian Open, US Open e Torneio de Wimbledon, sendo um dos momentos mais importantes do ano em uma verdadeira reunião de grandes nomes do tênis durante duas semanas na cidade de Paris.

O maior campeão da história é o espanhol Rafael Nadal, com nove títulos no simples masculino ao longo da história: de 2010-14 e de 2017-2020. Rafael Nadal também é o último campeão, lembrando que o torneio dem 2020 foi disputado no segundo semestre do ano, e recordista de títulos seguidos (cinco).

Já no simples feminino, conta com grandes campeãs tanto na história antiga quanto nas competições recentes, trazendo nomes como Chris Evert (US), com com 7 títulos; Steffi Graf (Alemanha), com seis títulos sendo que a última campeã foi a polonesa Iga Swiatek.

Principais regras do Roland Garros 2021

Também chamado de French Open – ou Aberto da França, em português -, o torneio de Roland Garros integra os quatro torneios do Grand Slam, junto do US Open, do Torneio de Wimbledom e do Australian Open.

Desde 1928, o torneio tem sido realizado no mesmo local, e conta com Rafael Nadal como maior campeão, detentor de 13 títulos do Aberto da França.

Disputado em quadras de saibro, possui uma superfície lenta que torna os jogos mais extensos em tempo, principalmente pela ausência de tie-break no último set. Dessa maneira, o torneio é conhecido por dar mais vantagens para os atletas que sabem aproveitar o fundo da quadra.

Vale relembrar que o torneio é disputado em melhores de 5 como costuma acontecer na maioria dos quatro do Grande Slam. Igualmente a outros campeonatos, Roland Garros traz categorias masculina – simples e duplas -, feminina – simples e duplas -, juvenil – simples e duplas – e para cadeiras de rodas – simples e duplas, feminino e masculino.

Roland Garros também oferece uma boa pontuação no ATP ou no WTA; veja:

Campeão: 2000 pontos em todas as características

Finalista: 1200 no masculino e 1300 no feminino

Semi-finalista: 720 masculino e 780 feminino

Quarto-finalista: 360 masculino e 430 feminino

Como foi o torneio de Roland Garros em 2020?

A edição de 2020 já sofreu com a pandemia de coronavírus, sendo adiada do primeiro semestre para o final de setembro e contando com públicos bem reduzidos por conta do Covid-19 na Europa.

Os campeões e vices das principais categorias foram:

Simples masculino: Rafael Nadal – campeão / Novak Djokovic – vice

Simples feminino: Iga Swiatek – campeã / Sofia Kenin – vice

Duplas masculino: Kevin Krawietz e Andreas Mies – campeões / Mate Pavic e Bruno Soares – vices

Duplas feminino: Tímea Babos e Kristina Mladenovic – campeãs / Alexa Guarachi e Desirae Krawczyk – vices

Repercussão midiática de Roland Garros

O torneio de Roland Garros costuma ser uma das competições com melhores índices de audiência no tênis, sobretudo na França, e muito por contar com os melhores nomes do esporte, como Rafael Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic.

Na temporada de 2020, por exemplo, o confronto entre Dominic Thiem e o francês Hugo Gaston chegou a atingir 6 milhões de pessoas de acordo com a imprensa francesa.

Preocupação com a pandemia de Covid-19

Inicialmente, o torneio de Roland Garros seria disputado entre os dias 24 e 6 de maio. Porém, ainda em abril, a França aderiu a um novo lockdown por conta do crescimento dos casos da nova variante do Covid-19. Mesmo com a nova data, há ainda um clima de preocupação que deverá permanecer até o início das competições, visto que a qualquer momento o torneio pode ser adiado ou até cancelado, apesar dos responsáveis rechaçarem tal possibilidade.

“No momento estamos no caminho, o torneio está programado. Se nos disserem que teremos um confinamento geral de dois meses, precisaremos tomar medidas – a pior seria o cancelamento, mas não ousamos imaginar isso”, declarou o presidente da FFT, Gilles Moretton, à uma revista francesa.

O mandatário ainda trabalha com a possibilidade de um público bem reduzido, apesar que a expectativa seja pelo menos contar com pequenas porcentagens e não com um estádio completamente vazio.

“Estamos estudando muitas opções para Roland Garros 2021. Existe a capacidade total … ou quase total, porque não me atrevo a imaginar um nível de 100% de público. Mas isso pode começar de portões fechados para um nível que não será 100%. Todas as opções conosco estão prontas. Encontramos todos os jogadores regularmente e esperamos para ver como as coisas vão correr”, também declarou Gilles.

De fato, para a realização do torneio, a organização criou algumas estratégias. Primeiro, dividiu as arenas em seis áreas de segurança, isoladas e separadas, inicialmente com a capacidade de 35% da totalidade. Já para o final, a tendência é que se receba quase 70% do público, chegando a 13 mil expectadores.

É importante que a torcida apresente comprovante de vacinação contra o Covid-19 para a entrada no complexo de Roland Garros, sobretudo nas finais da competição.

Quais os principais favoritos para o título de Roland Garros 2021?

Veja os favoritos do Masculino:

Rafael Nadal

O espanhol de 34 anos continua sendo uma das maiores forças do tênis mundial, sendo o atual campeão de Roland Garros em 2020 e ocupando agora a terceira colocação do ranking mundial. Em uma carreira consagrada, o jogador acumula mais de 800 semanas consecutivas no top 10 do planeta. Bem em forma, o espanhol tem tudo para buscar mais um título de Grand Slam.

Veja o prognóstico para Rafael Nadal:

Novak Djokovic

Apesar de ter acumulado resultados ruins como a queda precoce em Monte Carlo, já em 2021, Novak Djokovic continua acumulando títulos, vindo de um bicampeonato no Australian Open, o que já abriu bem a temporada do sérvio de 33 anos de idade. De acordo com as atualizações de abril, Djokovic mantém-se na liderança do ranking mundial, ficando com o record de tempo na primeira posição.

Veja o prognóstico para Nova Djokovic:

Stefanos Tsitsipas

O grego de apenas 22 anos vem sendo um dos maiores nomes da atualidade do tênis, já tão cedo ocupando a quinta colocação do ranking mundial, isso desde 2019. Na temporada 2021, já ficou com o título de Lyon, na França, e com a saída de Dominic Thiem ainda nas fases iniciais, tornou-se um dos favoritos.

Veja o prognóstico para Stefanos Tsitsipas

Outros nomes

Veja nomes do Feminino:

Iga Swiatek

A polonesa de apenas 19 anos, e na décima-sexta colocação do ranking do WTA, chega como favorita de acordo com os sites de apostas. Atual campeã de Roland Garros, Swiatek surpreendeu o mundo e a colocou como uma das principais forças para o futuro do tênis, com muita habilidade e segurança em seus jogos.

Veja prognósticos para Iga Swiatek

Paula Badosa

A espanhola Paula Badosa, de apenas 23 anos, despontou como uma das favoritas para o título de Roland Garros, ainda ocupando a 35ª colocação do ranking do WTA. Já na temporada 2021, ficou com o título de Belgrado, na Sérvia, quando Konjuh precisou abandonar o confronto.

Veja prognóstico para Paula Badosa:

Naomi Osaka

A japonesa Naomi Osaka protagonizou um momento difícil. No início de junho de 2021, Naomi desistiu oficialmente de Roland Garros por conta de problemas de saúde de ordem mental. A atleta era uma das grandes favoritas para a competição do Aberto da França em terras parisienses.

Outros nomes

Cuidado com as surpresas!

Apesar do favoritismo ser real na competição de Roland Garros, como em outros Grandes Slams da temporada, é comum que muitos grandes tenistas fiquem pelo caminho do aberto da França. Na edição de 2020, Thiem caiu nas primeiras fases do masculino e a top 1 do mundo, Ashleigh Barty, desistiu no segundo setcontra a 45ª, Linette.

Portanto, os prognósticos de apostas em Roland Garros precisam levar em conta os perigos de lesão e valorizar também os ‘underdogs’ que disputam a prestigiada competição.

Dicas para apostas Roland Garros 2021

Veja uma seleção de conteúdos para aprender a apostar no tênis:

Dicas para apostar em duplas

Roland Garros também conta com bons jogos de duplas, apesar de ser uma modalidade menos popular do que o simples. De toda maneira, é possível encontrar boas cotações de apostas.

Veja algumas dicas de nomes:

  • Juan Sebastián Cabal e Robert Farah
  • Alex de Minaur e Matt Reid
  • Magda Linette e Bernarda Pera

Para as apostas em duplas, é preciso levar em conta o histórico individual e coletivo, tornando a análise um pouco mais complicada, mais ainda oferecendo bons prognósticos.

Apostas Roland Garros 2021

Veja as melhores casas de apostas Roland Garros 2021:

   

Roland Garros

Rafael Nadal

Novak Djokovic

Stefanos Tsitsipas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top 5 sites de apostas
Bodog

Até R$200 em bônus de boas-vindas

Betfair

Até R$200 em bônus de boas-vindas com o código ZBI203

Netbet

Até R$200 em bônus de boas-vindas

Betsson

Até R$240 em bônus de boas-vindas

1XBET

Até R$1.200 em bônus de boas-vindas